06 dezembro, 2006

A FAVELA INVADE A PRAIA



A foto do satélite mostra o hotel onde ficamos, totalmente rodeado por habitações simples e aglomeradas. O hotel foi escolhido por ser o único com banda larga no quarto, o que me proporcionou criar e publicar esse blog nas noites silenciosas. O silêncio da noite só era quebrado pelos estrondos de containers sendo descarregados no porto atrás do hotel.
Na porta do hotel em rua de terra, há uma cesta de basquete que a moçada das redondezas praticam o basquete de rua. O futebol é também muito praticado, vimos em vários campos improvisados, jovens disputando peladas o que me lembrou com saudades a minha infância. Hoje não há muito espaço para isso nas grandes cidades e os garotos estão com brincadeiras mais modernas.
Comentamos com os Angolanos que torcemos para Angola na última copa do mundo. Os Brasileiros ultimamente acabam se simpatizando e torcendo por um time da África, lembrei-me de Camarões, Marrocos...
A foto mostra ainda a favela que invadiu a areia da praia e vê-se várias manchas escuras, que imagino sejam onde fazem fogueiras a noite.
Faz uma semana que cheguei ao Brasil e as fortes imagens continuam em minha mente. Achei que isso passaria e eu me lembraria de tudo como quem se lembra de um filme.
Não há como esquecer principalmente das cenas de crianças brincando nas ruas e também pelos quase 80 e-mails comentando o blog.
As lembranças de Angola e reflexões sobre a miséria no mundo de alguma forma mudaram meu jeito de enxergar o Brasil e o desejo de fazer algo para mudar as coisas.
Acho que para não esquecer, acabei colocando a foto das crianças que estão nesse blog como tela de fundo do meu laptop.
Se notarem, parece que há um garoto mais velho que quer organizar a bagunça divertida que as outras crianças fazem. Ele parece que levou a sério a foto como uma possibilidade dela despertar o interesse por eles. Em mim despertou.
Luanda é privilegiada pela natureza, como o Rio de janeiro, Salvador e outras cidades litorâneas brasileiras, mas a ocupação desordenada e falta de infra-estrutura escondem sua beleza, por enquanto.
Acredito que Angola vai se tornar um país forte, eles têm recursos naturais infindáveis, como petróleo, ouro e diamante e tem um povo cheio de orgulho alegre e acolhedor. Um povo castigado pela colonização exploradora de Portugal até 1973, e depois pelas injeções interesseiras de países comunistas se contraponto com desejos predatórios e oportunistas de capitalistas desonestos.
Encerro por hora minhas observações e confesso que gostei de escrever sobre as minhas sensações e a percepção que tive de Angola. Talvez continue escrevendo nesse blog sobre outros assuntos, vamos ver....

5 Comments:

Anonymous Vania said...

Quando vemos pessoas , que tem tão pouco , em todos os aspectos comida , saneamento , saúde e etc .
Ai sim passamos a ver a vida e as pessoas que nos rodeam de maneira diferente e passamos a dar valor a pequenos momentos e gestos , e então lembramos de agradecer a DEUS por levantar todos os dias e pelo menos ter uma esperança de que , se há alguma coisa que não está bem existem pessoas que dariam tudo para está no nosso lugar e pelo menos ter a esperança de que o amanhã será mehor .

Vania

12:58 AM  
Anonymous Maria Inês said...

Estou conhecendo a situação de Luanda agora, através do seu blog,e realmente é muito triste, porém está sendo muito importante tomar conhecimento da situação desse mundo que nos cerca. Nem tudo é riqueza, consumo, alegria, fartura...
Mais uma vez nos faz lembrar a nossa vida e o quanto, muitas vezes, reclamamos.
Cada dia me convenço que sou muuuuuuuuuuuuuuito feliz...

Maria Inês

5:20 PM  
Blogger Cilene Lessa said...

Interessante como a diversidade de cultura espanta e encanta, pela alegria singela de alguns habitantes apesar das adversidades.

Valeu pelo conteúdo, experiência e trabalho que está desenvolvendo.

Cilene Lessa

5:56 PM  
Blogger Cilene Lessa said...

Interessante como a diversidade de cultura espanta e encanta, pela alegria singela de alguns habitantes apesar das adversidades.

Valeu pelo conteúdo, experiência e trabalho que está desenvolvendo.

Cilene Lessa

5:56 PM  
Anonymous Mariana said...

Oi, adorei achar esse blog que fala da Angola. Tenho um sonho que pode parecer estranho, mas pra mim é algo que espero realizar um dia: Quero algum dia morar na Angola por um tempo e fazer algo por eles, to na faculdade de Direito e pretendo me formar em Ciencias sociais. Espero que a junçao resulte em algo que ajude o País.
Beijos. Amei sua atitude.
maricbc@msn.com

11:05 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home